UTILIZANDO OS TRAJES DO DIA DURANTE A NOITE


“Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte;” (Mateus 5 : 14)

Vivemos em tempos de trevas. A conduta da humanidade mostra quão densas são as trevas em que caminhamos. Os padrões de dignidade, da ética, da moral, do certo, do errado e do sagrado mostram a profundidade da escuridão que envolve o mundo.

A densidão das profundas trevas em que jaz o mundo alcança todas as camadas, contaminando o reduto do lar e invadindo todas as nações do mundo.

É alta a noite. Estamos todos no período da noite espiritual, das trevas. O normal é que utilizemos trajes próprios para a noite, mas aos crentes em Jesus o chamado é que andemos na luz, como se dia fosse, com os trajes da pureza, santidade e fidelidade a Cristo, pois somos a luz do mundo.

Isto implica em andarmos na contramão, em fazer o contraste, em estabelecer um contraponto com TUDO que é, pertence ou tem ligação com as trevas.

Enquanto tudo conspira para o agravamento das trevas, precisamos enfrentar toda essa maquinação do inferno com a luz de Jesus, ou seja, estarmos vestidos com os trajes de dia (Trajes espirituais da luz de Jesus) durante a noite (ambiente de trevas espirituais) em que o mundo se encontra.

Que o Espírito Santo nos ajude a andarmos, todo o tempo, com os trajes do dia!

Ruimar Siqueira Lopes, Pr

Anúncios

Fatores Essenciais Para a Melhor Colheita


 Desejamos a melhor colheita de nossas vidas e precisamos estar atentos aos fatores essenciais para que isto se concretize.

Antes de tudo precisamos estar cientes, todos os dias, quanto ao princípio bíblico que assim estabelece:”Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará.”  (Gálatas 6 : 7). Esta lei espiritual nos assegura  a possibilidade de realizarmos a melhor colheita de nossas vidas. Basta  que andemos conforme os critérios do reino de Deus.

 A melhor colheita depende da melhor semente – A melhor semente é a palavra de Deus, como disse Jesus: “ …A semente é a palavra de Deus;” (Lucas 8 : 11). Esta Melhor  semente já nos foi entregue e não podemos retê-La só para o nosso deleite. Importa que semeemos a Palavra a tempo e fora de tempo, a fim de que dê os melhores frutos que são vidas resgatadas dos caminhos distantes de Deus.

 A melhor colheita depende da participação do melhor semeador. Neste caso, não basta desejarmos , pura e simplesmente,  a melhor colheita. Precisamos nos posicionar como o melhor semeador. Importa que sejamos melhores discípulos de Jesus, melhores servos, melhor missionário, como nunca fomos. Não podemos desejar a melhor colheita de nossas vidas e vivermos como vivemos até ontem. Temos o desafio de sermos melhores cristãos a cada dia.

 A melhor colheita depende da intervenção do melhor doador da vida. A Bíblia diz, e nós cremos firmemente que Deus é quem dá a vida e o crescimento. O Espírito Santo levou o apóstolo Paulo a escrever assim: “Eu plantei, Apolo regou; mas Deus deu o crescimento.” (I Coríntios 3 : 6). Diz ainda a Palavra que: “DO SENHOR é a terra e a sua plenitude, o mundo e aqueles que nele habitam. Porque ele a fundou sobre os mares, e a firmou sobre os rios.” (Salmo 24.1,2). Logo, temos que Deus é o dono e o criador da terra e tudo o que existe. A semente que lançarmos na terra de Deus, Ele mesmo dará a vida e o crescimento. O resultado só poderá se o melhor dia, após dia. Aleluia!!

 Nossa fé é que no ano de 2012 estaremos semeando para a melhor colheita de nossas vidas. Aleluia!

 Ruimar Siqueira Lopes, Pr.

 

 

HOMENS DO FUTURO

Vivemos o interlúdio entre a ressurreição e a volta de Jesus. Nós, os que receberam Jesus como Senhor e Salvador, somos homens do futuro, porque a nossa vida de agora, se constitui numa ante-sala de uma vida gloriosa na eternidade com Deus. A nossa fé, a nossa esperança e o nosso amor estão ativados em função do futuro que teremos com Deus. Por esta razão o apóstolo Pedro escreveu para despertar o ânimo dos cristãos a que não perdessem o alvo final de sua caminhada de fé aqui na terra: “AMADOS, escrevo-vos agora esta segunda carta, em ambas as quais desperto com exortação o vosso ânimo sincero;” (II Pedro 3.1) O apóstolo estava preocupado em manter aceso, na igreja, o fogo da viva esperança da volta de Jesus Cristo e da vida eterna com Ele, como falara os profetas no Antigo Testamento e como ensinavam os apóstolos na era cristã. Assim Pedro expressava o seu objetivo: “Para que vos lembreis das palavras que primeiramente foram ditas pelos santos profetas, e do nosso mandamento, como apóstolos do Senhor e Salvador.” (II Pedro 3.2) Como homens do futuro, os crentes devem empreender a sua caminhada de fé hoje, expandindo o reino de Deus na terra, impulsionados pela promessa da volta de Jesus e com a certeza de novos céus e nova terra. A era cristã na qual vivemos, foi inaugurada com a ascensão de Cristo aos céus, com a promessa de sua volta. Esta era é tratada nas Escrituras Sagradas como os últimos dias. Desde então, ou seja, nos últimos dias, se verifica uma oposição escarnecedora à segunda volta de Jesus, e, quanto a isto devemos estar atentos para nunca nos afastarmos da promessa, mesmo diante de todo escárnio à nossa fé. Veja o que diz a Palavra: “Sabendo primeiro isto, que nos últimos dias virão escarnecedores, andando segundo as suas próprias concupiscências, E dizendo: Onde está a promessa da sua vinda? porque desde que os pais dormiram, todas as coisas permanecem como desde o princípio da criação. Eles voluntariamente ignoram isto, que pela palavra de Deus já desde a antiguidade existiram os céus, e a terra, que foi tirada da água e no meio da água subsiste.” (II Pedro 3.3-5). Somos homens do futuro. Um futuro glorioso com Deus. Andemos segundo a promessa da vinda de Cristo, porque no tempo próprio a desfrutaremos. Maranata! Aleluia!

Ruimar Siqueira Lopes, pastor.